Início Cidade e Região Escola de Londrina é finalista em prêmio de inovação

Escola de Londrina é finalista em prêmio de inovação

169
0
COMPARTILHAR

Pais, alunos, professores e toda a comunidade têm até dia 14 de junho para votar no projeto Arte Por Toda Parte, da Escola Municipal Dr. Joaquim Vicente de Castro. A iniciativa da escola é uma das 20 pré-selecionadas da 6ª Chamada Pública do Educar Para Transformar, edital realizado pelo Instituto MRV e pela Fundação Pitágoras. A votação popular vai selecionar os 10 projetos vencedores, que vão receber acompanhamento de especialistas e o aporte financeiro de R$ 30 mil para ser revertido em materiais ou serviços. Para votar as pessoas podem acessar o site institutomrv.com.br até o dia 14 de junho.

O projeto Arte Por Toda Parte atende hoje 750 alunos, entre 4 e 14 anos da Escola Dr. Joaquim Vicente de Castro. A professora Patrícia Reis, responsável pelo projeto, diz que a iniciativa já mudou a rotina e a vida dos estudantes, com a criação de um ateliê de arte expressiva e diversas ações que estimulam a criatividade e a expressão por meio da arte. Ela destaca que conta com os votos de toda a região para que o projeto possa ser ampliado, transformando o ambiente escolar em um espaço mais participativo para os alunos e combatendo a evasão escolar. “A arte permite que os alunos se expressem mais livremente. Desta forma, eles aprendem mais sobre si mesmos e descobrem seu potencial”, comenta Patrícia.

 

Mobilização em Londrina

Londrina já está se mobilizando para votar no projeto Arte Por Toda Parte. No próximo sábado (8), a professora Patrícia vai apresentar o projeto em um encontro organizado na loja Twenty Four Seven, no Shopping Catuaí Londrina. O encontro começa às  15h.

 

Educar para Transformar

Com a temática ‘Uma escola aberta para novas ideias é uma escola aberta para o futuro’, esta edição do programa tem como foco as escolas municipais e estaduais da rede pública de Ensino Fundamental e/ou Médio que tenham projetos que visam atrair e reter os alunos, ampliando suas visões sobre os benefícios da educação e as diversas possiblidades de futuro que se pode alcançar. “Ao todo foram mais de 150 inscrições de mais de 45 cidades em diferentes estados brasileiros. Os 20 pré-selecionados para a fase de votação popular são das cidades de Campina Grande, Belo Horizonte, Brasília, Nova Iguaçu, São Paulo, Joinville, Londrina, Niterói, Ribeirão Preto, Campinas, Feira de Santana, Macaé, São Bernardo do Campo, São Luís, Vitória da Conquista, Viamão, Cariacica e Fortaleza”, conta Raphael Lafetá, diretor do Instituto MRV.

Segundo o executivo o objetivo é incentivar a educação, por meio de ações criativas e da estimulação do pensamento crítico e do empoderamento. “Nós da MRV acreditamos que é por meio da educação que construímos uma sociedade mais igualitária e comprometida. Por isso unimos esforços e nos engajamos em apoiar ações neste sentido”, explica Lafetá.

Os 10 projetos mais votados pelo público serão apresentados no dia 18 de julho. A partir de então, os vencedores serão acompanhados e receberão o apoio do Instituto MRV e da Fundação Pitágoras para a troca de conhecimento e a verificação do desenvolvimento do projeto.

 

Sobre o Instituto MRV

Fundado em 2014 pela MRV Engenharia, o Instituto MRV é uma organização sem fins lucrativos, voltada para promoção da transformação social do país por meio da educação. Somente em 2018, foram investidos mais de R$ 6 milhões em projetos como Educar para Transformar – Chamada Pública de Projetos, MRV Voluntários e Seu filho, Nosso futuro; além de apoio a importantes instituições como a Cidade dos Meninos. Saiba mais em www.institutomrv.com.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor entre com seu nome aqui