Início Cidade e Região Teatro Municipal: Prefeitura faz gestão para retomada da obra

Teatro Municipal: Prefeitura faz gestão para retomada da obra

325
0
COMPARTILHAR

Londrina recebeu na quarta (19) a visita do secretário de Infraestrutura Cultural do Ministério da Cidadania com o objetivo de conhecer in loco as obras do Teatro Municipal de Londrina. O convite ao secretário partiu do deputado Filipe Barros. Eles foram recebidos pelo prefeito Marcelo Belinati, pelo secretário municipal de Cultura, Caio Cesaro, e também por técnicos da Secretaria Municipal de Obras e da Secretaria Municipal de Cultura.

A vinda do representante do Governo Federal é desdobramento de uma reunião de Filipe Barros com Henrique Pires, Secretário Especial da Cultura do Ministério da Cidadania. A expectativa é de, a partir da visita, reforçar as tentativas de captação de novos recursos do Governo Federal, para a continuidade da obra.

Paulo Nakamura afirmou que a intenção da visita foi “checar a situação do equipamento cultural, porque existe de fato a expectativa de ajudar, naquilo que for possível, o município”. Reconhecida a importância da obra para a cidade e região e considerando o alto volume de recursos para a sua conclusão, defendeu-se a continuidade da obra de modo modular, retomando a construção na parte que se apresenta mais adiantada, para colocar o espaço em uso o mais breve possível.

“Precisamos buscar uma solução com esforço redobrado de todas as lideranças, porque o Teatro vai coroar todo o processo de revitalização de uma região da cidade, sem falar na magnitude cultural”, afirmou o prefeito Marcelo Belinati. O deputado Filipe Barros entende que recursos para a continuidade da obra podem vir do Fundo Federal de Direitos Difusos, que “hoje é um fundo do Ministério da Justiça, e que, por determinação da Controladoria Geral da União, não pode ser contingenciado e tem que ser utilizado para obras da Cultura, do Esporte e da Assistência Social”, defende Barros.

Na foto, Caio Cesaro, Filipe Barros, o prefeito Marcelo Belinati e Paulo Nakamura (Carla Sehn/Ncom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor entre com seu nome aqui