Início Cidade e Região Trecho da avenida Saul Elkind é interditado por tempo indeterminado

Trecho da avenida Saul Elkind é interditado por tempo indeterminado

342
0
COMPARTILHAR

A Prefeitura de Londrina, por meio da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), interditou nesta sexta-feira (21)  a avenida Saul Elkind no sentido Cambé – Ibiporã, no trecho entre as ruas Lindalva Silva Bassetto e Salim Sahão, região norte da cidade.

A interdição é por tempo indeterminado e é necessária para a finalização das atividades de readequação da sinalização viária que estão sendo desenvolvidas desde o início da semana por equipes da Companhia. Estas ações estão sendo realizadas para que a via possa abrigar, a partir dos próximos dias, um local provisório para atender os usuários do transporte coletivo. Isso porque o Terminal Vivi Xavier, que fica nas imediações, será fechado para obras de reconstrução.

Segundo a diretoria de Trânsito da CMTU, cerca de 90% da nova sinalização já foi executada. Foi implantado um quebra-molas para redução da velocidade perto do cruzamento com a rua Claudenice Neves. Colocado tachões, cavaletes e cones para canalizar o fluxo e sinalizar o terminal temporário, além da mudança de mão em trechos de duas vias que antecedem o futuro local dos ônibus.

Depois que todas as intervenções estiverem concluídas, a avenida Saul Elkind, no sentido Cambé – Ibiporã, ficará completamente interditada no quarteirão entre as ruas Lindalva Silva Bassetto e Salim Sahão. A via teve supressão da faixa de rolamento mais à direita e marcas de canalização conduzem o tráfego para a esquerda, rente ao canteiro central.

Rotas alternativas – Após a inauguração do terminal provisório e a interrupção do fluxo na Saul, somente os ônibus do transporte coletivo poderão acessar o perímetro. Para desviar da interdição, os motoristas que vierem pela avenida no sentido Ibiporã precisarão virar à direita quatro quarteirões antes, na avenida Francisco Gabriel Arruda. Depois disso, deverão converter à esquerda na Alexandre Santoro – mais conhecida como Avenida das Torres – até a rua Pompeu Soares Cardoso, quando enfim retornarão à Saul.

Outra opção é utilizar a rua Ody Silveira, localizada entre a Saul Elkind e a Alexandre Santoro. A diferença em relação à primeira alternativa de percurso é que, neste, a via funciona em mão dupla e têm apenas uma faixa de rolamento de cada lado.

Os motoristas que vierem pela avenida Francisco Gabriel Arruda e desejarem seguir pela Saul Elkind, sentido Ibiporã, deverão acessar a avenida Alexandre Santoro e converter a esquerda na rua Pompeu Soares Cardoso para acessar novamente a avenida Saul Elkind.

Para garantir a segurança e a fluidez do trânsito, a nova sinalização inclui a formação de um sistema binário entre as ruas Claudenice Neves e Lindalva Silva Basseto. Nesta modalidade de tráfego, ruas paralelas operam em rumos opostos para dar vazão ao fluxo.

Assim, no trecho entre as avenidas Saul Elkind e Alexandre Santoro, na Claudenice Neves o motorista poderá seguir somente no sentido Centro (sul), enquanto na Lindalva Silva Basseto a única possibilidade será dirigir em direção ao distrito da Warta (norte).

A implantação das mudanças segue projeto do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (Ippul). A expectativa é que as novas rotas, bem como a interdição da Saul Elkind, durem cerca de 11 meses – período estipulado para a conclusão das obras no Terminal Vivi Xavier. A reforma do local, que atende aproximadamente 20 mil pessoas todos os dias, faz parte do projeto Super Bus. (Fonte – Prefeitura-Ncom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor entre com seu nome aqui