Início Cidade e Região Mutirão de cirurgia de cataratas atende 300 pacientes

Mutirão de cirurgia de cataratas atende 300 pacientes

441
0
COMPARTILHAR

A Prefeitura de Londrina deu início no sábado (27) à segunda etapa do mutirão de cirurgias de catarata. Trezentos pacientes foram convocados para consultas e exames oftalmológicos, por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

Realizado em parceria com o Hospital de Olhos de Londrina (Hoftalon), o mutirão reuniu moradores de Londrina que, encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), aguardavam em fila de espera por consulta com oftalmologista, com suspeita de catarata.

O prefeito Marcelo Belinati esteve no mutirão, cujos atendimentos iniciaram às 7 da manhã. Ele destacou o alcance social que esta e outras iniciativas da Prefeitura têm. “Desde 2017, foram operados 5.493 pacientes, e esta é uma segunda etapa, com previsão de 1.500 a 2 mil novos pacientes. E o detalhe é que a cirurgia de catarata é relativamente rápida, simples, mas nós tínhamos milhares de londrinenses aguardando há muitos anos na fila”, comentou.

Marcelo citou que, assim como o mutirão de catarata, também são ações do Programa de Reestruturação da Saúde Pública o mutirão de aparelhos auditivos, que já forneceu mais de dois mil aparelhos. “Também temos o de próteses e órteses, para quem teve amputação de membros ou paralisias, mutirões de cirurgias ginecológicas, de otorrino, cirurgia geral, e de ortopedia. São ações que estamos fazendo e vamos continuar a realizar, para resolver esse problema muito grave de Londrina, as filas de cirurgias”, complementou.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, nesta segunda etapa do mutirão, a Prefeitura está aportando mais R$1,2 milhões, e a expectativa é reduzir cada vez mais o tempo de espera pela cirurgia, quando os pacientes foram liberados nos exames pré cirúrgicos. “São investimentos importantes para a continuidade desta ação, conforme determinação do prefeito Marcelo Belinati. Quando  implantamos essa dinâmica dos mutirões, conseguimos reduzir o prazo, que ia de seis a oito meses, antes de 2017, para 30 dias de espera. E agora temos essa segunda etapa, para que o tempo de espera seja ainda mais baixo”, afirmou.

A segunda etapa do mutirão de cirurgias de catarata é uma das ações executadas pela Prefeitura, dentro do Programa de Reestruturação da Saúde Pública. “Este, que é o maior programa em prol da saúde na história da cidade, é comandado pelo prefeito Marcelo Belinati e envolve várias frentes, que incluem a recomposição do nosso quadro de profissionais, reconstrução das unidades de saúde, com reformas, melhorias, ampliações e novos equipamentos. Somam-se a tudo isso os mutirões de cirurgias eletivas, fornecimento de órteses e próteses, e várias outras medidas que estão reestruturando a saúde da nossa cidade”, elencou.

O presidente do Hoftalon, Luiz Soares Koury, também acompanhou o andamento do mutirão de consultas.

Atendimentos – O fundador do Hoftalon, médico oftalmologista Nobuaqui Hasegawa, explicou que os pacientes receberam, neste sábado (27), o atendimento completo. “As avaliações médicas começaram pelo diagnóstico de catarata. Depois são feitos os exames, como de fundo de olho, e biometria, para cálculo da lente que será implantada na cirurgia. O paciente sairá com os exames cardiológicos e laboratoriais agendados, para realizar em uma semana, no máximo. E, na semana seguinte, os primeiros já devem ser operados”, detalhou.

Segundo o oftalmologista, atualmente o Hoftalon executa, em média, de 800 a 900 cirurgias de catarata por mês. “Então o atendimento de todos esses 300 pacientes, que estão aqui hoje, será muito rápido. São pessoas que estão aguardando há anos, e que graças a realização do mutirão nós resolveremos rapidamente essa questão da fila”, considerou.

Um dos primeiros pacientes atendidos foi Leonardo Sanches Barbosa, morador do Jardim Coliseu. Há um ano ele foi encaminhado, pela UBS do Ouro Verde, para a consulta com especialista, que ocorreu no mutirão. “Passei já pelo médico, e fiz a bateria de exames. O mutirão é excelente, fui bem atendido e é maravilhoso isso que está acontecendo aqui. O médico explicou que não precisarei da cirurgia, a doença está no início. Foi tudo bem rápido, e saio feliz com esse resultado”, contou. (Fonte: Ncom/Prefeitura)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor entre com seu nome aqui