Início Cultura Palcos Musicais trazem PianOrquestra a Londrina

Palcos Musicais trazem PianOrquestra a Londrina

475
0
COMPARTILHAR

O premiado grupo PianOrquestra, que se destaca pela originalidade e qualidade de seu trabalho, com quatro pianistas, uma percussionista e um piano preparado, traz para Londrina o espetáculo ‘Timeline’, que vem impactando plateias e conquistando grande atenção da mídia. No palco, todos os componentes se apresentam no mesmo piano, ou seja, um piano a dez mãos, proporcionando ao público um show de multilinguagens integradas à performance de alta virtuosidade.

O PianOrquestra é um projeto único e inovador. Os músicos utilizam luvas, baquetas, palhetas de violão, fios de nylon, sandálias de borracha, peças de metal, madeira, tecido e plástico, para explorar as infinitas possibilidades de timbres e sonoridades produzidos pelo piano, transformando o instrumento em sua própria orquestra.

O grupo vem realizando temporadas com lotação esgotada nas principais salas do Brasil e do mundo. Foi considerado um dos “10 melhores concertos do ano” pelo Jornal O Globo; premiado pelo Rumos Itaú Cultural; e obteve a maior pontuação das 3 Américas para participar do showcaseClassical Next.

O espetáculo “Timeline” será apresentado na quinta-feira (08), às 20h30, no Teatro Ouro Verde. Os ingressos custam R$ 40,00 e R$ 20,00 (meia-entrada) e podem ser adquiridos online na plataforma www.sympla.com.br/palcos2019 ou no Armazém Café (Rua Belo Horizonte, 701). No dia do show, os ingressos serão vendidos no valor cheio, ou seja, R$ 60,00 e R$ 30,00.

A promoção é dos Palcos Musicais, série que completa sete anos e é organizada pela Apolônia Produções Culturais, tem o patrocínio do Ministério da Cidadania/Secretaria Especial de Cultura, Unimed Londrina, BRDE e John Deere; e conta com o apoio da Folha de Londrina, Casa de Cultura da UEL, Secretaria Municipal de Cultura, O Armazém Café, UEL FM, Rádio CBN, ACIL e Hotel Bourbon.

Raízes brasileiras

O PianOrquestra tem direção musical do consagrado pianista Claudio Dauelsberg, que se apresenta ao lado das pianistas Amanda Kohn, Nathália Martins e Veronica Fernandes e da percussionista japonesa Mako. O grupo explora de forma inédita os elementos étnicos das raízes brasileiras, em interpretações virtuosas, sem abrir mão da sensibilidade, delicadeza e lirismo, num repertório que contém samba, ciranda, repente, maracatu, entre outros ritmos brasileiros mesclados com influências mundiais contemporâneas.

Toda a performance é filmada e projetada para que a plateia possa ver o que os músicos fazem durante o show. Ondas e linhas são representadas através de projeções, de elásticos e fios trançados que fazem a conexão entre o piano e os músicos, transportando o público em uma viagem temporal cheia de surpresas artísticas.

Uma orquestra dentro do piano

Com uma marca brasileira forte, a proposta artística do grupo é desafiadora: por se tratar de uma orquestra dentro de um só piano, os arranjos e composições são um trabalho minucioso, similar ao entalhe de madeira e aos trançados do artesanato brasileiro. O repertório conta com obras de compositores como Pixinguinha, Claudio Santoro, Milton Nascimento, Toninho Horta, Villa-Lobos, passando por Arvo Pärt, e chegando à cena pop contemporânea mundial com Beatles e Michael Jackson.

PianOrquestra

Criado em 2003 no Rio de Janeiro, o PianOrquestra é fruto de uma longa pesquisa acadêmica, com base nas técnicas de piano preparado e piano expandido popularizadas por John Cage no início do século XX. Aplicadas de maneira lúdica e criativa, resultam em um trabalho pioneiro na música popular brasileira. Com o lançamento do DVD em 2007, o grupo conquistou um retorno de mídia muito fora do comum para o segmento da música instrumental de qualidade.

O grupo participou de programas de TV como Fantástico, Altas Horas, Faustão, Programa do Jô, Partituras, Terra Brasilis (MusicBox Brasil), Start (GNT), Instrumental Sesc TV, Jornal O Globo, Canal Curta, entre outros. Foi premiado pelo Rumos do Itaú Cultural e pela Telemar em 2005. É presença constante em importantes palcos e festivais de música por todo o Brasil. Tem dois DVDs lançados.

Ritmos do Brasil

O trabalho do PianOrquestra é resultado de uma intensa pesquisa dos ritmos brasileiros, que percorre desde as origens do coco, com base na Dona Selma do Côco, passando pelo maracatu de baque virado, da Nação do Leão Coroado, as cirandas e os cirandeiros do Rio Grande do Norte, os carreteiros da Escola de Samba da Mangueira, o repente, entre outros ritmos do Brasil.

Serviço:

Palcos Musicais – PianOrquestra: ‘Timeline’

Quando: quinta-feira (08/08/2019)

Onde: Teatro Ouro Verde (R. Maranhão, 85)

Horário: 20h30

Quanto – R$ 60 e R$ 30 (meia-entrada)

Valor promocional: R$ 40 e R$ 20 (meia) até o dia 31/07

Clientes UNIMED e assinantes da Folha de Londrina também pagam meia-entrada

 
Pontos de venda

Online na Plataforma www.sympla.com.br

Armazém Café (Rua Belo Horizonte, 701)

Teatro Ouro Verde

Recomendado para crianças maiores de 7 anos

Repertório:

A. Pärt – Für Alina

C. Dauelsberg – Repente

M. Nascimento, F. Brant – Cravo e Canela

H.Villa Lobos – Valsa da Dor

C. Dauelsberg – Raoni

T. Horta – Manoel, O Audaz

C. Santoro – Sonata n. 4 (2nd movement – Fantasia)

H. Villa-Lobos – Ciranda n. 15

H. Villa-Lobos – Alma Brasileira, Choro n. 5

H. Villa-Lobos – Dança do Indio Branco

M. Nobre – Tango

J. Lennon, P. McCartney – Lucy In The Sky With Diamonds

M. Jackson – Black or White

A. Pixinguinha – Um a Zero

P. Azevedo – Pia No Frevo

N. R. Korsakov – Hummelflug

Claudio Dauelsberg /Diretor artístico

Mestre em Piano Performance pela UFRJ, com especialização em Arranjo, Composição, Novas Linguagens Tecnológicas Aplicadas à Música pela Berklee College of Music, e Doutor em Música pela UNIRIO, onde é professor. Claudio Dauelsberg é constantemente requisitado como pianista, arranjador, compositor e curador.

Possui 6 CDs (o CD Bach, gravado com a Orquestra de Câmara de Moscou foi premiado pela Nord Deutsche Rundfunk e o “Além das Imagens” Indicado ao premio Sharp) e um DVD gravados, tendo se apresentado ao lado de Plácido Domingo, Bob Mintzer, Bireli Lagrene, Toots Thielemans, Chick Corea, Márcio Montarroyos, Hermeto Pascoal, Nico Assumpção, Arthur Maia, Carlos Bala, Marcos Suzano, Jacques Morelembaum, Toninho Horta, entre tantos outros músicos da MPB.

Desde 1998 atua intensamente como Curador de projetos na área da música, tendo idealizado eventos que abrangem desde a criação de Festivais de Inverno em cidades do interior do estado do Rio de Janeiro, levando a estas cidades grandes nomes da música brasileira além de apoiar artistas locais, projetos inovadores na área da música instrumental contemporânea, no cenário nacional e internacional.

Desde 2003, as 10 mãos e 1 piano se apresentaram em importantes palcos internacionais como:

Festival Internacional de Piano La Roque D’Anthéron, França;

Tallinn International Piano Festival, Estônia;

Concertgebouw Amsterdam – Holanda;

Elbphilharmonie, Alemanha;

Konzerthaus, Berlin;

Classical:NEXT 2016, De Doelen, Rotterdam, Holanda;

Belfast Festival, SARC – Reino Unido;

Vancouver Jazz Festival, Canada;

Oslo Brasil Music Festival, Noruega;

Casa da Música Porto, Portugal;

Centro Cultural Belém, Portugal;

Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Brasil;

Teatro IFT, Buenos Aires, Argentina;

Teatro Nescafe de las Artes, Chile;

Codarts, Rotterdam – Holanda;

Gävle Konserthus, Gävle, Suécia;

Vasteras Konserthus, Vasteras, Suécia;

Stora Teatern, Gotemburgo, Suécia;

Gerlersborgsskolan, Hamburgsund, Suécia;

Olsbergs Arena, Eksjö, Suécia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor entre com seu nome aqui