Início Esporte LEC sofre quatro gols e ressuscita “lanterna” da Série B

LEC sofre quatro gols e ressuscita “lanterna” da Série B

473
0
COMPARTILHAR

Mesmo atuando no Estádio Independência, campo do América Mineiro, em Belo Horizonte, o Londrina Esportes Clube (LEC) entrou em campo como favorito na noite desta terça-feira (6), na partida válida pela 15.a rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Afinal, seria o duelo do vice-líder contra o “lanterna” da competição. Mas o Tubarão conseguiu sofrer quatro gols de uma equipe que só havia marcado oito em todos os seus jogos e saiu derrotado por 4 a 3.

Embora o LEC por enquanto permaneça no G-4 (terceiro colocado, com 24 pontos), as fracas apresentações fora de casa preocupam os torcedores alvicelestes. Com o resultado, o América passou a somar 14 pontos, saiu da zona de rebaixamento e sua torcida aguardaria o complemento da rodada para comemorar.

Sem dois de seus principais jogadores (o volante Germano e o atacante Dagoberto – suspensos), o Londrina ainda teve um problema de última hora: o atacante Luidy, com febre, não pode ser relacionado. Mesmo desfalcado, o Tubarão começou melhor e abriu o marcador com o volante Anderson Leite, aos 10 minutos, em contra-ataque que ele iniciou. O América reagiu e pressionou. Para complicar, o LEC ainda perdeu Anderson Leite, contundido. Seu substituto, França, não teve bom desempenho no jogo.

O goleiro Matheus Albino fez duas grandes defesas e o resultado persistiu até os 47 minutos, quando o Coelho conseguiu o empate com o zagueiro Paulão, de cabeça, em impedimento não anotado pela arbitragem. Surpreendentemente, um minuto depois o Tubarão fez o segundo gol, após chute cruzado de Safira, a bola bateu em dois defensores do América e Willian Maranhão acabou fazendo gol contra.

O time da casa voltou para a segunda etapa com Neto Berola no lugar de Felipe Azevedo e a mesma disposição do primeiro tempo. Logo aos 6 minutos, Marcondes derrubou Júnior Viçosa dentro da área e o árbitro Pathrice Wallace Corrêa Maia marcou o pênalti. Viçosa cobrou em empatou a partida. O zagueiro Marcondes teve de ser substituído por Sílvio, devido a um problema médico. O Londrina continuou com dificuldades na saída de bola e teve poucas oportunidades de ataque. Em uma delas, Anderson Oliveira foi derrubado quase em cima da risca da área, em falta clara que o árbitro não marcou.

Aos 28 minutos, Berola cruzou para Júnior Viçosa, de cabeça, fazer 3 a 2. No minuto seguinte, logo na saída de bola, Paulinho Moccelin foi lançado por Higor Leite no meio da zaga e tocou com categoria na saída do goleiro Jori empatando novamente o jogo. O Londrina perdeu Denner, contundido, e Alemão colocou em seu lugar Bruno Paulista, que havia tido péssima atuação contra o Atlético Goianiense e foi mal outra vez.

Aos 40 minutos, Zé Ricardo recebeu fora da área e teve espaço para chutar forte, no canto esquerdo, definindo o marcador. Após o apito final, Bruno Paulista, que já tinha cartão amarelo, foi expulso por reclamação contra o árbitro.

O Londrina volta a jogar no dia 16, uma sexta-feira, às 19h15, contra o Criciúma, no Estádio do Café.

AMÉRICA (MG): Jori; Diego Ferreira, Paulão, Pedrão e João Paulo (Sávio); Zé Ricardo, Juninho e William Maranhão; Felipe Azevedo (Neto Berola), Matheusinho e Júnior Viçosa (Luiz Fernando). Técnico: Felipe Conceição.

LONDRINA: Matheus Albino; Raí Ramos, Marcondes (Silvio), Augusto e Breno; Anderson Leite (França), Denner (Bruno Paulista) e Higor Leite; Paulinho Moccelin, Safra e Anderson Oliveira. Técnico: Alemão.

(Foto:  América/Divulgação)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor entre com seu nome aqui