Início Cidade e Região Com risco de epidemia em Londrina, Saúde mapeia Aedes

Com risco de epidemia em Londrina, Saúde mapeia Aedes

149
0
COMPARTILHAR

A coordenação de Controle de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde terminou o trabalho de campo necessário para elaborar o 3º Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) de 2018. A ação foi realizada na semana passada, de 2 a 6 de julho, e a estimativa é que o resultado seja divulgado para a sociedade dentro de duas semanas.

A vistoria foi feita em cerca de nove mil imóveis residenciais e comerciais, além de construções e terrenos baldios, de 201 localidades da zona urbana. Aproximadamente 200 agentes municipais de endemias e do Ministério da Saúde atuam no levantamento. A gerente de Vigilância Ambiental, Diana Martins, adiantou que na maioria das localidades vistoriadas foram encontrados focos de mosquito.

Nesta semana tem início a análise das larvas encontradas, para saber se trata-se do Aedes aegypti – transmissor da dengue e outras doenças – ou de outra espécie. O restante dos focos é eliminado pelos agentes, os quais também orientam os moradores sobre como evitar a proliferação do Aedes “Durante o trabalho de campo, os agentes fazem a vistoria a procura de água parada e de focos do mosquito. Quando são encontrados, eles fazem o recolhimento da amostra e enviam para o laboratório, para identificar se é do Aedes aegypti ou de outro mosquito”, explicou.

Sobre o levantamento – O LIRAa é um mapeamento rápido que permite identificar como está a infestação por Aedes aegypti no município.  Também possibilita identificar quais os bairros mais críticos e quais depósitos (de focos) são predominantes na área. Com o resultado, é possível planejar as ações de controle que serão adotadas, principalmente em áreas críticas.

O Ministério da Saúde classifica que municípios com índice de infestação predial inferior a 1% estão em condições satisfatórias; de 1% a 3,9% é considerado situação de alerta e superior a 4% há risco de surto de dengue.

Resultado anterior – O 2º LIRAa do ano apontou o índice de Infestação Predial de 4,7%, que significa que em cada 100 imóveis vistoriados na cidade foram encontrados focos em mais de quatro. O resultado, divulgado no dia 26 de abril, apontou situação de risco para uma um epidemia de dengue em Londrina. (Fonte: Prefeitura/ncom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor entre com seu nome aqui