Início Cidade e Região Acesf convoca familiares para translados de restos mortais de cemitérios

Acesf convoca familiares para translados de restos mortais de cemitérios

170
0
COMPARTILHAR

A Administração dos Cemitérios e Serviços Funerários de Londrina (Acesf), está convocando familiares de 164 pessoas sepultadas na cidade para fazerem translado dos restos mortais até o dia 16 de agosto. A lista completa do chamamento está disponível no Jornal Oficial da Prefeitura nº 3.567, de 17 de julho, e no site da Acesf, podendo ser acessada pelo link https://goo.gl/jT3DJu.

Caso os familiares não compareçam para fazer a transferência, o corpo será exumado e os restos mortais serão sepultados em espaços coletivos, chamados ossário, localizado no mesmo cemitério onde o corpo estava enterrado. De acordo com o Código de Posturas do Município, Lei 11.468/2011, nos locais onde forem feitas as exumações poderão ser realizados novos sepultamentos.

Segundo a Acesf, “o edital nº 15/2018 abarca 164 nomes de falecidos que têm seus restos mortais sepultados em área conjugada, porém cuja data de permanência já expirou, por isso a necessidade da abertura do edital de chamamento para o translado”. De acordo com a diretora técnica Lara Cristina Rampazo, as famílias interessadas devem procurar a sede administrativa da Acesf, na Divisão de Cemitérios (Avenida Juscelino Kubitscheck, 2.948) de segunda a sexta-feira, das 8 às 14 horas.

Para fazer o pedido de transferência é preciso ter em mãos a certidão de óbito da pessoa falecida e os documentos pessoais da pessoa interessada em fazer o translado. É necessário ser parente de primeiro grau ou cônjuge e pagar a taxa correspondente ao serviço de exumação e de abertura de jazigo. O local para onde os restos mortais serão encaminhados fica a critério dos familiares, podendo inclusive ser deslocado para outro município.

Os cidadãos interessados em tirar suas dúvidas podem telefonar para a Divisão de Cemitérios, no (43) 3372-7881. A notificação está aberta desde o dia 17 de julho e ocorre conforme previsto no Código de Posturas.

(Com informações do NCom/Prefeitura – Foto: Arquivo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor entre com seu nome aqui