Início Cidade e Região Vacinação contra sarampo e pólio atingiu menos de 50% no Dia D

Vacinação contra sarampo e pólio atingiu menos de 50% no Dia D

41
0
COMPARTILHAR

No último sábado (18), mais de 6.600 crianças foram imunizadas contra o vírus do sarampo e a paralisia infantil durante o “Dia D” da campanha nacional. Somadas todas as Unidades Básicas de Saúde da zona urbana, foram imunizadas 6.613 crianças de 12 meses a menores de 5 anos contra a Poliomielite e distribuídas 6.746 doses contra o sarampo. Além disso, os profissionais de saúde aproveitaram para atualizar a carteirinha dos pequenos e aplicar outras 2.963 doses contra outras doenças.

Com a abertura das unidades de saúde no final de semana, a Secretaria Municipal de Saúde conseguiu atingir quase 50% do público-alvo da campanha. Até o momento, a cobertura vacinal geral mostra que foram aplicadas 12.936 doses contra o sarampo, o que representa 49,45% da meta atingida e outras 12.844 vacinas foram aplicadas contra a paralisia infantil, ou seja, 49,10% das crianças entre 12 meses e 5 anos incompletos receberam a imunização em Londrina.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, os números demonstram uma participação mais efetiva da população, porém os trabalhos de busca ativa nas escolas municipais e nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI) vão continuar até o dia 31 deste mês, quando se encerra a campanha. Até sexta-feira (17), 90 unidades escolares já haviam sido visitadas pelos profissionais de saúde.

“Só no Dia D fizemos aproximadamente 25% da nossa meta, o que foi muito produtivo. Era possível para aplicar mais vacinas nesse dia, porque estávamos com equipes preparadas para isso, mas conseguimos atingir um patamar geral de praticamente 50% de cobertura. Considerando que existem duas semanas para o término da campanha, nós iremos buscar agora os 50% que nos faltam ou, pelo menos, os 45% restantes”, disse.

Até o final de agosto, todas as Unidades Básicas de Saúde de Londrina estarão abertas para a vacinação contra o sarampo, paralisia infantil e demais imunizações constantes no calendário vacinal. Para isso, basta que os pais e responsáveis pelas crianças procurem a UBS mais próxima de sua casa, de segunda a sexta-feira, conforme o horário de trabalho da unidade, que pode ser consultado no site da Prefeitura de Londrina, pelo link https://goo.gl/yHsA4D.

A meta é imunizar pelo menos 95% do público-alvo, que são as crianças entre 12 meses a menores de 5 anos. Em Londrina, elas somam 26 mil ao todo. Isto é necessário para prevenir que doenças antes erradicadas não sejam reinseridas no Município. Até o momento, o Paraná não registrou nenhum caso positivo de sarampo, mas a doença já foi constatada em diversas localidades do país, como em São Paulo, Rio Grande do Sul, Amazonas, Roraima, Rio de Janeiro, Pará e Rondônia.

A dose concedida durante a campanha é tríplice viral, que engloba a prevenção do sarampo, caxumba e rubéola. Além dela, os pequenos estão recebendo um reforço contra a paralisia infantil.

Fotos: Secretaria Municipal de Saúde

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor entre com seu nome aqui