Início Cidade e Região Indústria responde por 23% do PIB do Paraná, diz estudo

Indústria responde por 23% do PIB do Paraná, diz estudo

88
0
COMPARTILHAR

Um estudo do IBGE revela que indústria paranaense é responsável por 23% do Produto Interno Bruto (PIB) do estado. É o segundo setor mais rentável, superada apenas pelo setor de serviços. Ao analisar todas as atividades econômicas, a indústria de transformação – que desenvolve produtos a partir de uma matéria-prima – é a maior geradora de riquezas, respondendo por 13% do PIB do estado. A pesquisa foi divulgada este mês, tendo como base os resultados consolidados de 2016. Neste mesmo ano, a soma de todas as riquezas do Paraná chegou a R$ 401 bilhões, 6,4% do PIB nacional (R$ 6,3 trilhões), o quinto maior, atrás de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Os resultados reforçam a relevância nacional do segmento. De acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a indústria em geral representa 21% do PIB do Brasil, responde por 51% das exportações, 68% da pesquisa e desenvolvimento do setor privado e por 32% dos tributos federais (exceto receitas previdenciárias).

O resultado do IBGE também mostrou a relevância da indústria de transformação paranaense na região Sul. Ela representa 35% do PIB total dos três estados, valor muito semelhante ao do Rio Grande do Sul, que é 37,6%. Se analisado todo o segmento industrial (transformação, construção, extrativa e de serviços de utilidade pública – água, energia, esgoto e de tratamento de resíduos), o impacto da atividade no PIB regional é ainda maior, 39%, contra 35% do estado gaúcho. De acordo com os dados, a região sul representa 17% do PIB nacional.

“É importante destacar a importância do setor industrial no estado, principalmente se considerarmos que o setor de serviços, o primeiro que mais impacta no PIB do estado, é muito mais pulverizado, contempla uma grande quantidade de empresas de diversos segmentos distintos, incluindo serviços públicos”, analisa o economista da Fiep, Evânio Felippe.

Além de potencial geradora de riquezas para o estado, a indústria é uma das que melhor remunera o trabalhador e a maior responsável pelas exportações paranaenses. Mais de 50% de tudo que é exportado no estado tem origem no segmento industrial. O setor agropecuário responde por 48% do resultado. Em 2017, dados do Ministérios da Indústria, Comércio Exterior e Serviços revelam que as exportações paranaenses movimentaram US$ 18 bilhões.

Para o trabalhador com curso superior completo, a indústria também é um dos melhores destinos profissionais. A remuneração fica em torno dos R$ 6.300,00, 26% maior que a média de todas as atividades empregadoras do estado, e 15% acima para quem já concluiu o ensino médio, R$ 2.200,00. “É quase o dobro do que é pago no comércio, por exemplo. Os setores agropecuário e de serviços financeiros também pagam bem”, lembra o economista.  (Fonte: Fiep)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor entre com seu nome aqui