Início Cultura De clown a acrobacia aérea no Festival de Circo de Londrina

De clown a acrobacia aérea no Festival de Circo de Londrina

372
0
COMPARTILHAR

Na reta final de sua programação artística, o 14° Festival de Circo de Londrina oferece espetáculos nacionais e um internacional filiados a várias linguagens, do clown às acrobacias aéreas – todos gratuitos. Neste sábado, dia 15 de dezembro, o Reverendo Fidalgo, da Cia Palhaços da Corte, chega a Londrina para uma pregação muito engraçada. Uma das atrações mais aguardadas desta edição, o palhaço de Curitiba (PR) utiliza as técnicas do bufão e incorpora um pastor que deseja aumentar o seu rebanho, tomando como alvo os espectadores. A divertida sátira está agendada para as 11 horas no Calçadão, entre as avenidas São Paulo e Rio de Janeiro, em frente à Praça Marechal Floriano Peixoto.

A noite de sábado será colorida por uma homenagem que a Escola de Circo de Londrina preparou para o artista a quem é dedicada esta edição do Festival – Artur Cacciolari, acrobata aéreo de renome internacional que começou sua carreira em Londrina e faleceu em maio deste ano na Itália em um acidente. Com o nome “Cacciolari – o Rei do Show”, o espetáculo relembra a trajetória do menino que chegou com 10 anos na Escola e, em poucos meses, demostrou um talento incomum para os vários ofícios do Circo – do desenho dos figurinos às acrobacias. A obra traz um mestre de cerimônias que costura vários números circenses que ele praticava ou gostava. Utilizam em cena uma pirâmide aérea que foi construída pelas mãos do próprio Artur no tempo em que esteve em Londrina. “Cacciolari – o Rei do Show” será na própria sede da Escola de Circo (Av. Saul Elkind, 790, Cj. Maria Cecília) a partir das 20h30. O público presente também poderá conferir uma exposição de fotos e figurinos organizada pela mãe do artista, Maria Alice Caccionlari Menezes.

Na tarde de domingo, às 16 horas, a Troupe Aerocircus, companhia anfitrião do Festival, estaciona o seu ônibus-palco pela primeira vez no Jardim Primavera, na Região Norte. O ponto escolhido é a Rua Vantuil Frisselli. Será montada no bairro uma estrutura para acrobacias aéreas – uma das especialidades do grupo londrinense. Também estão no programa de “Aerocircus na Rua” números de palhaços, pirâmide humana, adágios, malabares com diversos objetos, diabolôs, dentre outros.

Encerrando a 14ª edição do evento na noite de domingo (16), uma atração internacional: “Um océano una historia de amor, locura y humor”, de Virginia Caputi. Natural de Montevidéu, no Uruguai, a artista traz sua larga experiência nos trapézios, sobretudo na modalidade fixa deste equipamento, em um espetáculo de rara beleza plástica. Viru, como é conhecida, é famosa por sua atuação no “El Picadero”, importante trupe uruguaia ligada ao Circo Social. Previsto inicialmente para acontecer no Canto do MARL, o espetáculo foi transferido para a Usina Cultural (Av. Duque de Caxias, 4159, cruzamento com a Rua São Salvador), às 20 horas.

Desde a quarta-feira, dia 12, o Festival de Circo apresentou espetáculos e oficinas com mais de 90 artistas paranaenses, paulistas, cariocas e latinos. Mais informações sobre a programação podem ser obtidas no Facebook “Festival de Circo de Londrina” ou pelos fones (43) 99115-6194 ou 99161-0170. O evento é realizado pela ALC – Associação Londrinense de Circo e conta com o patrocínio da Prefeitura Municipal de Londrina por meio do Promic – Programa Municipal de Incentivo à Cultura. O apoio é do Cirque du Monde (Social Circus Program of Cirque du Soleil).

Serviço:

14° Festival de Circo de Londrina

De 12 a 16 de dezembro de 2018

Programação de espetáculos e oficinas:

https://www.facebook.com/Festival-de-Circo-de-Londrina

Todas as atividades gratuitas e com classificação indicativa livre

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor entre com seu nome aqui