Início Esporte Tubarão vence o Coritiba em jogo eletrizante com cinco gols

Tubarão vence o Coritiba em jogo eletrizante com cinco gols

380
0
COMPARTILHAR

Apenas 1.023 torcedores (incluindo os do time visitante) compareceram ao Estádio do Café na noite desta terça-feira (29) para assistir à vitória do Londrina Esporte Clube (LEC) sobre o Coritiba por 3 a 2, em jogo eletrizante. Foi a melhor apresentação do Tubarão diante da sua torcida e o resultado positivo, após duas derrotas, afastou o time londrinense da zona de rebaixamento e o recolocou na faixa intermediária da classificação do Campeonato Brasileiro da Série B. O alviceleste subiu da décima-terceira para a décima posição, com 11 pontos ganhos.

O técnico Marquinhos Santos desta vez não pode contar com o “xerife” Lucas Costa (suspenso), mas Dirceu entrou e deu conta do recado. O treinador alviceleste armou a equipe com um 4-3-3: o zagueiro Sílvio foi improvisado de volante, ao lado de Germano e Moisés. No ataque, ele escalou Safira, Paulo Henrique e Felipe Marques.

Com muita disposição dos jogadores, a marcação do LEC dificultou as saídas do Coxa para o ataque. A ligação entre meio-campo e setor ofensivo funcionou melhor do que nos jogos anteriores. O primeiro gol surgiu aos 10 minutos, em levantamento de Robeto da direita, que Paulo Henrique tocou de cabeça para a rede. Mas, apenas quatro minutos depois, o Coritiba explorou um rápido contra-ataque, Alisson Farias passou pelo goleiro Vagner e fez o gol de empate. O jogo continuou movimentado até o fim do primeiro tempo e o Londrina teve mais duas grandes chances de marcar com Paulo Henrique e Felipe Marques. O time visitante também desperdiçou ótima oportunidade com Bruno Moraes.

No segundo tempo, na pressão londrinense logo aos 5 minutos, o árbitro marcou um toque de mão da zaga coritibana dentro da área. Germano cobrou o pênalti e colocou o Tubarão na frente novamente. Mas o zagueiro alviceleste Leandro Almeida tocou a mão na bola ingenuamente, numa tentativa de corte pelo alto, e desta vez o pênalti foi contra o Tubarão. O goleiro Wilson encarregou-se da cobrança e bateu com segurança, empatando a partida novamente aos 12 minutos. O gol da vitória londrinense surgiu aos 23 minutos, após um rebote da defesa, Moisés ganhou a disputa de cabeça e a bola encontrou Sílvio, sem marcação dentro da área. O volante bateu na saída de Wilson e foi comemorar perto da torcida.

O técnico Marquinhos Santos substituiu Silvio, que sentiu uma contusão, pelo volante Jardel, colocou Lucas Brasil no posto de Safira e ainda promoveu a estreia do experiente reforço Thiago Ribeiro, que entrou no lugar de Felipe Marques.

O Coritiba até que tentou buscar o gol de empate novamente, mas o Londrina soube se defender. Praticamente o time todo esteve bem, mas as atuações de Reginaldo, Germano, Sílvio, Safira e Paulo Henrique foram destacadas.

“Série B é isso aí, é jogo pegado”, disse o estreante Thiago Ribeiro após a partida. “Estou feliz com a minha estreia, mas estou mais feliz pela vitória. Valeu pela garra e pelo espírito de luta do grupo”, concluiu.

LONDRINA: Vagner; Reginaldo, Dirceu, Leandro Almeida e Roberto; Silvio (Jardel), Moisés e Germano; Felipe Marques (Thiago Ribeiro), Safira (Lucas Brasil) e Paulo Henrique
Técnico: Marquinhos Santos.

CORITIBA: Wilson; Leandro Silva, Thalisson Kelven, Alex Alves, Abner; João Paulo (Vinícius Kiss), Simião (Jean Carlos); Alisson Farias, Yan Sasse, Pablo; Bruno Moraes.
Técnico: Eduardo Baptista.

(Foto:Gustavo Oliveira/LEC)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor entre com seu nome aqui