Início Cultura Festival de Música apresenta “Orquestra Verde” nesta 4ª

Festival de Música apresenta “Orquestra Verde” nesta 4ª

156
0
COMPARTILHAR

A 38ª edição do Festival Internacional de Música de Londrina (FIML) oferece um show da Família Lima como atração principal nesta quarta-feira (18). A banda se apresentará no palco do Teatro Ouro Verde, levando ao público uma fusão entre música erudita e estilos variados como pop, rock e música eletrônica. Os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) e podem ser adquiridos pelo www.diskingressos.com.br/event/8549, nas lojas das Óticas Diniz ou no Pátio São Miguel, na Avenida Higienópolis, 762. O Ouro Verde fica na Rua Maranhão, 85, no centro.

A banda é formada pelos músicos Lucas, Amon Rá, Moisés e Allen, que já fizeram shows em países como Estados Unidos, Áustria, França, Espanha e Alemanha. No Vaticano, a Família Lima se apresentou para o Papa João Paulo II e um público de 500 mil pessoas. Com 24 anos de carreira, o grupo já vendeu mais de 1 milhão de cópias no Brasil e no exterior. O disco mais recente da banda, intitulado “1, 2, 3, 4, 5” foi um híbrido entre físico e virtual. Cinco faixas foram lançadas em CD e outras cinco disponibilizadas em um site, ao longo de 2011. Além do show da Família Lima, o Festival oferece cinco atrações para esta quarta-feira (18).

Bate-papo – A programação do dia será aberta por um bate-papo com a intérprete Simone Mazzer. A artista começou a carreira em Londrina, em 1989, como integrante da banda Chaminé Batom. Ganhou projeção como atriz na Companhia Armazém de Teatro. Em 2012, estreou um show no Rio de Janeiro e fez turnês pelo Brasil e exterior. O bate-papo sobre a trajetória da artista será a partir das 11h no Centro Cultural SESI/AML, que fica na Rua Maestro Egídio do Amaral, 130, no centro.

Recital – Às 19h, o músico Camilo Carrara apresentará o recital “É o violão”. O músico atua no cenário musical fazendo a ponte entre os universos da música erudita e popular. Também é músico convidado e solista em orquestras e grupos de câmara, como a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP), Orquestra Municipal de São Paulo (OSM), Banda Sinfônica de São Paula, Orquestra Sinfônica de Santo André, Orquestra Sinfônica do Paraná, Balé Guaíra e grupo belga de música contemporânea Het Spectra Ensemble. A apresentação será no Teatro Crystal, que fica na Rua Quintino Bocaiúva, número 15, no centro. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e podem ser adquiridos pelo www.diskingressos.com.br/event/8548.

Orquestra – A Camerata de Cordas Dedilhadas de Franca (foto) se apresentará no Centro Cultural SESI/AML a partir das 19h30.  Também chamado de “Orquestra Verde”, o grupo é formado por 24 alunos dos naipes de violão, cavaco e viola caipira. A orquestra foi formada em 2012 com uma proposta de unir instrumentos de cordas dedilhadas de diferentes vertentes culturais, técnicas e afinações. A entrada é gratuita e está sujeita à lotação do espaço.

Roda de choro – Às 20h, o Clube do Choro de Brasília se apresentará em Apucarana. Formado pelos professores Fernando César (violão 7 cordas), Léo Benon (cavaquinho), Sérgio Morais (flauta) e Valerinho Xavier (pandeiro), o grupo revisita obras dos grandes compositores da música popular brasileira. A apresentação será no Cine Teatro Fênix, que fica na Avenida Curitiba, número 1215, no centro de Apucarana. A entrada é gratuita.

Show – O projeto musical Trilhas do Sul fará um show, às 22h, no Bar Valentino. A proposta do grupo é mostrar o trabalho de compositores dos pampas brasileiros e também de países vizinhos. O projeto tem Rakelly Calliari (voz), Israel Laurindo (violão) e Arrigo (acordeon), com a participação especial de Eduardo Calliari na guitarra e vocal. O repertório traz clássicos como “Guri” (João e Julio Machado) e “Felicidade” (Lupicínio Rodrigues), intercâmbios dos poetas Paulo Leminski e Waly Salomão com o som do Rio Grande do Sul, além de canções argentinas e uruguaias. A entrada custa R$ 10. O Bar Valentino fica na Rua Prefeito Faria Lima, número 486.

O Festival – O 38º Festival Internacional de Música de Londrina vai até o dia 28 de julho. O evento é uma realização da Secretaria Municipal da Cultura, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), em parceria com o Governo do Estado do Paraná, a Casa de Cultura da Universidade Estadual de Londrina e a Associação de Amigos do FIML. A programação completa pode ser vista no site www.fml.com.br/38/programacaoartistica.asp.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor entre com seu nome aqui