Início Cultura Voz marcante de Silvia Borba reverencia Bethânia

Voz marcante de Silvia Borba reverencia Bethânia

244
0
COMPARTILHAR

A memória afetiva paira sobre o repertório de “Havia mais que um Desejo”, show em que a cantora Silvia Borba e convidados reverenciam a obra de uma das importantes intérpretes brasileiras de todos os tempos: Maria Bethânia. O espetáculo acontece na quinta-feira (23.08), às 21 horas, no palco do Bar Valentino, em Londrina. Direção musical do violonista Samuca Muniz. Silvio Ribeiro, ator e dramaturgo, é o diretor cênico.

“Havia mais que um desejo – Silvia Borba e convidados interpretam Maria Bethânia” é uma referência à canção “Álibi” (Djavan), um dos grandes sucessos da intérprete baiana, em atividade há 53 anos.  Com o disco homônimo, lançado em 1978, ela tornou-se a primeira cantora brasileira a ultrapassar a vendagem de milhão de cópias.

Do repertório de Bethânia, foram pinçados clássicos como “Reconvexo” (Caetano Veloso), “Teresinha” (Chico Buarque), “Negue” (Adelino Moreira- Enzo de Almeida Passos), “Loucura” (Lupicínio Rodrigues), além de canções pouco difundidas como “Balada de Gisberta” (Pedro Abrunhosa).

Trata-se de um espetáculo para a plateia se embevecer, cantar junto e também aplaudir a performance de uma das mais expressivas cantoras de Londrina. “É a realização de um desejo que acalento há muito tempo. Cantarei o repertório de uma intérprete que é pura emoção. Creio, portanto, que o público irá responder na mesma medida das minhas emoções”, salienta Silvia Borba.

“Havia mais que um desejo – Silvia Borba e convidados interpretam Maria Bethânia” terá um quinteto instrumental composto, além do violinista Samuca Muniz, pelos seguintes músicos: Miguel Santos (acordeom), Gabriel Zara (contrabaixo acústico), Bruno Cotrim (bateria) e Carlos Pereira (percussão).

Os cantores Monique Kodama e Paulo Vitor Poloni fazem participação especial. Em se tratando de Maria Bethânia, que há mais de cinco décadas mescla música, literatura e dramaturgia, o programa do show terá textos interpretados por atores londrinenses, entre eles Donizete Buganza, Renan Cavalari e Raquel Sant´Anna.

INTENSA PERSONALIDADE ARTÍSTICA

É preciso ter personalidade artística acentuada para realizar um show com canções registradas, em estúdio e/ou ao vivo, pela baiana Maria Bethânia Vianna Telles Velloso, saudada pela eloquência vocal e cênica.  A pernambucana Silvia Borba da Costa, radicada há 24 anos em Londrina, tem.

“Bethânia é muito importante na minha formação musical. Tenho admiração pela força interpretativa e também por ser uma artista politicamente engajada”, afirma. Cantora de timbre vocal e presença cênica marcantes, Silvia reverencia a lendária artista da MPB, mas imprime assinatura própria ao repertório escolhido.

Em outras palavras, “Havia mais que um desejo – Silvia Borba e convidados interpretam Maria Bethânia” foi concebido intenção, mesmo que velada, de reproduzir – ou “imitar” – o que a homenageada já realizou, especialmente em cena.

“Há fortes referências à Bethânia, claro. No entanto, por ser uma grande cantora e ter uma presença bonita em palco, a Silvia Borba reinterpreta canções e textos à sua maneira”, frisa Silvio Ribeiro, diretor cênico.

Silvia Borba é, antes de tudo, uma mulher forte. Uma artista que utiliza a voz – e que voz! – para expressar sua humanidade.

Diz ela: “Canto com meu o coração! Eu gosto de cantar, gosto da minha voz, gosto de me ouvir cantar. Canto porque me faz bem. Para mim, cantar é uma questão de sanidade. Digo isso porque quando não puder cantar mais, não sei o que será de mim”.

Será eterna, certamente.

SOBRE SILVIA BORBA

Cantora e percussionista com atuação há mais de 10 anos em Londrina, Silvia Borba participou de coros e integrou o grupo feminino “Entretantas”, com repertório de sambas e arranjos vocais.

Em 2011, participou do grupo Balaio de Canto, que difundiu cocos, sambas de roda, carimbós e cantos de trabalho de mulheres de diferentes regiões do país. O projeto foi patrocinado pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura, o Promic.

Ao participar de oficinas de choro em duas edições do Festival Internacional de Música de Londrina, passou a integrar o grupo Regional Vila Brasil”. Atualmente, integra o regional de choro Maria Boa, como percussionista.

Em 2016, Silvia Borba protagonizou o espetáculo “Araca: Arquiduquesa do Encantado”, focado na trajetória artística e pessoal de uma das mais icônicas cantoras brasileiras: Aracy de Almeida (1914-1988).

A cantora vai atuar, ainda neste ano, o show “Centenário de Geraldo Pereira, o Rei do Samba Sincopado”. O projeto, proposto pelo músico Lucas Fiuza, foi aprovado pelo Promic.

Nascida no Recife há 55 anos, Silvia Borba da Costa é servidora da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

SERVIÇO

  • Show “Havia mais que um desejo – Silvia Borba e convidados interpretam Maria Bethânia.
  • Na quinta-feira (23.08), às 21 horas, no Bar Valentino (Avenida Pref. Faria Lima, 486 – Jardim Presidente, em Londrina
  • Ingressos: R$ 10,00
  • Mais informações pelo Telefone (43) 3348.0791 ou no site http://www.barvalentino.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor entre com seu nome aqui